quinta-feira, 24 de março de 2011

tantos ADA'S que fazem parte do que sou agora!

            E lá estava eu sentada, abandonada, triste, inquieta, amargurada, a típica mal-amada. Não era a primeira vez que eu me encontrava assim, também não era a segunda, nem a terceira e nem a quarta. Ah, e também não era a quinta. Se não me falha a memória, já era a sexta - e o motivo, foi e ainda é o mesmo, você. Você que tanto disse que me amava, que me queria ao teu lado, que precisava de mim. Idiota, troxa, burro, egoísta, hipócrita. Então, estou querendo definí-lo ou me definir? Uma boa pergunta. você foi idiota, por me enganar. Eu fui por acreditar em você. Você foi burro por me perder, eu fui burra por acreditar que você queria algo comigo. Agora estou aqui sentada, nessa avenida que por diversas vezes juntos passamos. Hoje está sendo diferente, eu estou sozinha. Eu estou sentada. Olhando essa rua, esse asfalto e esses tantos carros que passam por aqui. Como eu poderia ser 10% forte como esse asfalto, que aguenta tantas freiadas, derrapadas. Mas não sou tão fraca, e tenho um coração mais fraco ainda. Agora , eu já estou desarrumada, com a maquiagem borrada e mais todos os "ADA" que você quiser adicionar nessa minha aparencia de uma terça a noite, depois de ser deixADA. Acho que aqui, nessa situação devem estar pensando que sou uma louca, ou então que acabei de sair do bar da esquina e bebi todas que me ofereceram, ou então que eu fosse uma prostituta, dessas que facilmente se encontrar em avenidas de madrugada. Mas não era nada disso, eu era uma apaixonADA. Sem respostas, sem amor em troca, sem ninguem que me amasse. Mas com tanto amor dentro de mim pra fazer alguém feliz. Talvez dessa vez eu aprenda, ou então eu permita que aconteça a sétima vez. Eu vou me levantar dessa calçada molhada, vou pra minha casa. E você, não pense em me ligar amanhã pedindo desculpas, dizendo que me ama e que isso não vai acontecer nunca mais. Porque, aí mais uma vez eu vou acreditar, e vou continuar ... com essa vida apaixonADA.

8 comentários:

  1. Bem, um texto "desiludido", bem tipicamente, romântico, emotivo. Tente da próxima vez deixar o texto mais dividido em parágrafos. Toda vez que mudar o assunto, um novo parágrafo. Acho que poderia ter explorado mais a criatividade. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. cada texto maravilhoso...são todos de sua autoria????e relatos da sua própria vida?
    ameii mto, já segui e já linkei
    beijos
    http://www.rcfpensamentossoltos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. amei esses textos, são todos de sua autoria e relatos da sua própria vida????
    beijos
    já segui e já linkei

    ResponderExcluir
  4. - oooi :) .. to passando pra dizer que tem um presentinho pra você aqui > http://juliane-bastos.blogspot.com/2011/04/desde-04042010.html < .. é de agradecimento por fazer parte da história do meu blog. obrigada por tudo, beijos :*

    ResponderExcluir
  5. Interessante o eco das tuas palavras. Gostei bastante do texto, Larý! Parabéns pelo dom, sua escrita é bem bonita e atraente. Vim avisar que tem selinho no meu blog para você... Espero que gostes!
    Beeeeeeijo.
    Com amor,
    |Cynthia|

    ResponderExcluir
  6. Adorei os teus textos :)
    Lindos mesmo ^^

    Vou seguir $:

    ResponderExcluir
  7. acho que sou pelo menos um da a cada dia rsrsrs

    ResponderExcluir

foram por amor