segunda-feira, 7 de março de 2011

Desabafo

 Vai , fala aê. Não adianta dizer que ficou triste nesse tempo que estivemos separados, você saiu toda sexta, sábado, domingo. Ficou cercado de amigos, de meninas, de bebida. Vai me falar que ficou triste? conta outra amor, essa não cola. E eu? Ah , eu fique cercada de coisas também. Cercada de solidão, cercada de ciúmes, a tristeza me cercou também, mas eu logo mandei ela pra longe. Aliás, tá pensando que só você tem amigos? Que só você tem pessoas que te levam pra se divertir? Não é bem assim não amor, eu tenho também! Eu tenho amigas, que me levam pra sorrir, pra dançar e pra pegar alguns gatinhos na balada. Eu sorrio com elas, eu danço com elas, e vez em quando realmente pego alguem na balada. Tá, mas eae quando chega no fim da noite, não é nenhum desses "gatinhos" que tá no meu pensamento, e também não é o cheiro deles que tá preso no meu travesseiro. Não é a imagem deles que eu tenho dormindo tranquilo, nos meus braços. E ae vem você na minha cabeça, tuuudo de novo. Você e as lembranças, dos nossos momentos juntos, das nossas intimidades, das nossas brincadeiras, das suas palhaçadas. Vem a saudade de nós. E então, onde está você agora? Sentindo conforto em outros braços? Paquerando várias com teus amigos? Dormindo? Não sei, gostaria que pelo menos estivesse lembrando de mim. Que quando beijasse outra, sentisse meu gosto.Ou pelo menos que viesse rapidamente minha imagem na sua cabeça ao se deitar. Queria que você lesse a primeira mensagem que eu te mandei, e se emocionasse. Lembrasse, o quanto era lindo o nosso amor. Queria que abrisse aquela caixinha que tem ao lado de sua cama, e tirasse uma de tantas cartas que eu te mandei. E lesse, do começo ao fim. Depois, relesse , relesse e relesse. Queria que vez ou outra, me mandasse uma mensagem como antes: "Bom dia minha flor." Mais quer saber? eu tô querendo demais. Você tá nem se importando, pouco se importa. Deve estar nos braços de outra, e mandando mensagem pra outra, e eu aqui sem dormir pensando em você. Para com isso menina, digo pra mim mesma. Ai então, eu pego meu travesseirinho, meu edredom, e deito. Tento dormir, e o pensamento? Ah, esse ainda está em você.

5 comentários:

  1. Esse sim é um desabafo.
    Dá raiva da gente mesmo quando não conseguimos esquecer, e é pior quando vemos que aquela pessoa pela qual demoramos de dormir à noite, nem liga para gente.

    Grande beijo;

    ResponderExcluir
  2. Nossa que desabafo.Já passei exatamente por isso,e é horrivel...Mais que horrivel,a solidao atormenta e piora quando deitamos pra dormir....beijoos otimo carnaval;;;;

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, esta é uma carta que eu adoraria escrever para algumas pessoas que já me fizeram sofrer um dia.
    Tá de parabéns, como sempre.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Que lindo , ficou muito bom esse texto !!!

    ResponderExcluir
  5. o que o carnaval não faz... atrai tudo ruim.
    feliz dias das mulheres

    ResponderExcluir

foram por amor