segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

“Suspiro tanto quando penso em você, chorar só choro às vezes, e é tão freqüente. Caminho mais devagar, certo que na próxima esquina, quem sabe… Não tenho tido muito tempo ultimamente, mas penso tanto em você que na hora de dormir vez em quando até sorrio e fico passando a ponta do meu dedo no lóbulo da sua orelha e repito repito em voz baixa te amo tanto dorme com os anjos. Mas depois sou eu quem dorme e sonha (…).”

"Uma dose de amnésia, e duas de desapego por favor."

9 comentários:

  1. Adorei, muito bom texto, perdi as contas de qunatas vezes passei por isso, perfeito.

    ResponderExcluir
  2. porfavor uma dose de amnésia pramim tb!!! bjokas
    passando pra visitar!

    ResponderExcluir
  3. É triste não conseguir esquecer o que se precisa..
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tô passando pra dizer que tem selinho pra você no meu blog. :D

    http://juliane-bastos.blogspot.com/p/selos.html

    espero que goste *-*

    beijos ♥

    ResponderExcluir
  5. tão lindo, me identifiquei totalmente!

    ResponderExcluir
  6. Oi Oi .. passando pra dizer que tem selo p. vc aqui → http://juliane-bastos.blogspot.com/p/selos.html

    super beijo.

    ResponderExcluir
  7. "Uma dose de amnésia, e duas de desapego por favor". Ameeeeeei.

    ResponderExcluir

foram por amor